Sistemas Eletrônicos Diesel

No final da década de 1980, início da de 1990 tivemos mudanças nos sistemas de alimentação por carburador, sendo substituídos pelo sistema de injeção eletrônica, os motores ciclo Diesel passam pelo mesmo processo e não poderia ser diferente. Desta forma, a tão conhecida bomba injetora passa a dar lugar a sistemas de injeção eletrônica diesel, como o Common Rail.

Partindo do sistema de alimentação de combustível para motor Diesel pela bomba injetora, observamos que a bomba desempenha praticamente todas as funções que determinam a quantidade de combustível e pressão necessária para a combustão, sendo que na maioria dos casos funciona de forma totalmente mecânica, fornecendo combustível ao motor através dos bicos injetores, que também de forma estritamente mecânica, sob ação da pressão, abre a passagem de uma determinada quantidade de combustível no momento que o cilindro necessitar de “alimentação”.

Sistema EDC

O “Electronic Diesel Control”, popularmente conhecido como EDC, permite o controle da injeção do combustível em todas as faixas de rotação do motor, avaliando todo o tempo os dados obtidos através dos sensores presentes, como por exemplo, temperatura do líquido de arrefecimento, carga do motor, velocidade do veículo e rotação do motor, e com esses, calcula a quantidade correta de combustível a ser enviado para a câmara no momento da queima.

Gostei
Compartilhe